sexta-feira, 13 de março de 2009

Crônica Dissertativa

Finalmente estou cumprindo o prometido de trazer minhas redações da escola pra cá...
"O bicho humano é muito parecido com o restante dos outros grandes macacos: agressivo, territorial, brutal diante da criatura diferente. Ter ilusões a respeito de uma mudança espiritual de seu caráter não parece razoável. A única coisa que se pode fazer é subjugá-lo com leis que obriguem a conviver pacificamente com o outro bípede que tanto lhe desagrada. É muito difícil convecê-lo a amar o próximo. É preciso domá-lo Arreganhar os dentes e ameaçá-lo com um porrete para que, ao menos, não lhe faça mal."
(Carlos Alberto Montaner)

"Explico ao senhor: o diabo vige dentro do homem, os crespos do homem -- ou é o homem arruinado ou o homem dos avessos"
(Guimarães Rosa)

Com base nos textos lidos, excreva uma dissertação em prosa sobre o tema que você depreendeu.

Adão e Eva e todos nós

Janaína era religiosa; não faltava em uma missa, lia livros de autoajuda e queria ser psicóloga. Nada que tornasse a cidade menos perigosa.
Morava na periferia, não sabia se proteger, muito menos tinha protetores, não andava armada. "Jesus" nunca pára de tentar domar o "Diabo" dentro de nós. Ela vivia de joelhos pelos pecados dos outros. Nada que tornasse a cidade menos perigosa.
Era uma quinta feira, noite fria em pleno verão. Ela estava distraída, pensando o acordo que fizera com o padre, não gostava de receber por fazer sexo, mas... ela estava tão absorta em seus pensamentos que não percebeu o garoto com pouco mais de um metro se aproximando. Este, com extrema agilidade, pegou a bolsa de Janaína. A raiva ficou clara; só havia a Bíblia lá. O trombadinha não precisou mirar muito. Saiu correndo como raposa, descarregou a arma em Janaína; com a precisão de uma águia a matou no mesmo instante. Na Selva de Pedra vale a lei do mais forte (ou rico!). E nada pode tornar a cidade menos perigosa: A religião não passa de um placebo utópico para a minoria mandar no mundo de maneira uniforme; não há milagre que esconda a ferocidade do homem.

3 comentários:

Ivich disse...

Ual! Choque! E o pior é que a parte feia da nossa realidade...
Belo Texto!

Anônimo disse...

Ela estava distraída, pensando o acordo que fizera com o padre, não gostava de receber por fazer sexo, mas...


Puta merda , você escreve bem :D

Anônimo disse...

Ridicula a verdade é que não é a religião que Salva e sim nosso Senhor e Salvador JESUS CRISTO sua idiota